OEI | Ciencia | Red | Formación | Contactar |

Inicio | Opinión | Reportajes | Noticias | Entrevistas | Multimedia

Salud | Comunidad

Número especial de la Revista Indagatio Didactica. Comunicaciones presentadas al V Seminario CTS

22 de agosto de 2016

Vol. 8 Num 1 (2016)
Editado por
Isabel P. Martins y Rui M. Vieira
El número incluye 134 artículos presentados en el V Seminario Iberoamericano CTS celebrado en la Universidad de Aveiro del 4 al 6 de julio de 2016. La OEI, a través de la Cátedra Ibérica CTS+I ha participado en este seminario. Aunque ya les hemos ido compartiendo vídeos, reseñas, artículos de la Revista CTS, al publicar este número concluyen los aportes que este Seminario ha aportado.

Editorial

O número da Indagatio Didactica que agora se apresenta é um número especial constituído por 134 artigos referentes a Comunicações, em formato oral e em poster, apresentadas no V Seminário Ibero-Americano CTS (V SIACTS), subordinado ao tema “Novos desafios societais no ensino das ciências e tecnologia”, realizado na Universidade de Aveiro, 4-6 de julho de 2016. Todos os artigos se inserem na secção Didática e Desenvolvimento Curricular da revista, embora haja diferenças nas abordagens, nos objetos de estudo, nos enfoques teóricos e na abrangência dos destinatários de conclusões e reflexões. Note-se, desde já, que este número da Revista não é um livro de Atas / Proocedings. Todos os textos foram concebidos para esta publicação, segundo as normas definidas e sujeitos ao sistema de avaliação independente, conduzido por um Painel constituído por 57 avaliadores. Posteriormente, e quando aprovados, é que foram aceites para apresentação no V SIACTS.

O V SIACTS constitui a 9.ª edição dos Seminários CTS, o primeiro celebrado na Universidade de Aveiro (Portugal), em julho de 2000. Estes Seminários, nas quatro primeiras edições de âmbito ibérico, foram alargados a públicos de académicos e professores do espaço ibero-americano, interessados na investigação e nas práticas de ensino de ciências, matemática e tecnologias, tendo a edição de 2008 assumido a designação de I Seminário Ibero-Americano CTS. Os seminários seguintes seguiram a mesma abrangência, reforçada com a criação da Associação Ibero-Americana CTS na Educação em Ciência (AIA-CTS), em julho de 2010.

Embora existam perspetivas com enfoques CTS distintos e, portanto, com objetos de estudo próprios, em todas essas perspetivas se releva o papel e a importância da Ciência e da Tecnologia (C&T) nas sociedades modernas atuais, o qual é, especialmente desde o último quartel do Século XX, inquestionável, em particular para a coesão e desenvolvimento económico e social. Os argumentos teóricos e suas implicações práticas têm sido usados por muitos para reforçar a relevância da educação, nomeadamente a educação científica, para esse desenvolvimento. No entanto, o modo como tal pode ser atingido não é isento de controvérsias, pois continuam a proliferar propostas diferentes de organização curricular, de finalidades e objetivos da Educação em C&T, de estratégias, atividades e recursos a utilizar, de modelos de formação de professores e de avaliação de competências (Martins, Paixão e Vieira, em atas do III Seminário Ibérico CTS, 2004). Todavia, espera-se e exige-se que a educação permita a todos alcançar a mobilização de competências que sustentem tomada de posição e ou decisão em questões que compreendam relações entre a Ciência, a Tecnologia e a Sociedade. A abordagem destas inter-relações tem sido o cerne da educação Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS).

Este movimento tem vindo a reforçar a necessidade de renovação de currículos, de práticas pedagógicas e de formação de professores, para a educação em ciências e matemática, capazes de proporcionar a promoção de competências que envolvam conhecimentos sobre temas centrais em C&T e suas inter-relações com a sociedade, capacidades de pensamento crítico e ainda atitudes e valores (Tenreiro-Vieira e Vieira, 2014).

Com o tema geral escolhido “Novos Desafios Societais no Ensino das Ciências e Tecnologia” pretende-se destacar a importância de contextos sociais e problemáticas atuais no ensino das C&T e daí a necessidade de discutir e aprofundar trabalhos e reflexões desenvolvidas pelos participantes nos seus grupos e projetos de investigação. A educação CTS é encarada como uma via para concretizar o ensino das Ciências orientado para uma literacia científica crítica dos alunos e o caminho para uma educação para a Cidadania e para o Desenvolvimento Sustentável. A comunidade científica internacional, em particular nos países ibero-americanos, tem vindo a desenvolver estudos teóricos e projetos de investigação e de intervenção de base empírica, com repercussão na formação inicial e continuada de professores, a par da conceção de currículos e de
recursos didáticos que interessa partilhar e discutir. Os Seminários Ibero-Americanos CTS constituem um forum de importância crucial para esse fim.

Através dos temas escolhidos para o V SIACTS, pretende-se focar as abordagens em questões mais específicas, tais como a formação de professores, os currículos escolares e a educação para a sustentabilidade, isto é, para a construção de um presente e futuro mais sustentáveis. Os artigos apresentados distribuem-se por três Temas.

Tema1: Formação de Professores – Que avanços e boas práticas partilhar?

Tema 2: Integração de conteúdos CTS nos currículos – Como estamos nos países Ibero-americanos?
Tema 3: Literacias e Sustentabilidade – E depois das Décadas?

Discutem-se, no Tema 1 (53 artigos) os avanços de conhecimento e de práticas que sustentam a inovação na formação de professores de todos os níveis de ensino e a renovação das práticas educativas.

No Tema 2 (61 artigos) procura-se evidenciar e fundamentar a importância dos recursos didáticos e das perspetivas curriculares como veículo para a concretização da educação CTS. Apresentam-se projetos curriculares, recursos e experiências inovadoras e discutem-se seus impactes na educação de crianças, jovens e adultos, em ambientes de ensino formal e não formal.

Com o tema 3 (18 artigos) os autores procuram traçar o quadro de desenvolvimento de políticas e práticas de educação que visam reforçar a cultura para a sustentabilidade presente e futura. Sendo uma temática de cariz fortemente educativo num quadro de competências alargadas procura-se fazer o balanço de algumas iniciativas relacionadas com os movimentos internacionais
que a Década EDS das Nações Unidas, 2005-2014, lançaram a investigadores e educadores. Os 134 artigos agora tornados públicos a todos os interessados foram produzidos por 375 autores
investigadores de seis países: Brasil, Portugal, Espanha, Colômbia, Argentina e México. Espera-se que o trabalho destes autores sirva para despoletar uma discussão ampla com muitos outros e,
sobretudo, seja motivador para a criação de mais conhecimento.

Isabel P. Martins
Rui M. Vieira

Acceder

Acceder a toda la información del Seminario: http://www.oei.es/divulgacioncientifica/?V-Seminario-Iberoamericano-de-Educacion-CTS-Aveiro

 

Palabras clave:

subir

  
Diseño y contenidos por asenmac