OEI

Está en:
OEI - CREDI - Boletín de Novedades - Febrero 2006


BOLETIM TÉCNICO DO SENAC

Acceso revista electrónica

Vol. 31, nº 2 maio/agosto de 2005

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, SENAC


SUMÁRIO

Competência na educação profissional – é possível avaliá-las?. Busca estimular a reflexão sobre uma questão candente: as instituições de educação profissional estão “sando conta” de avaliar competências, ou seria mais comedido pensar que estão sendo avaliados os recursos – diversos saberes – que possuem potencial para pobilizá-las? Considerando que um profissional competente é aquele que lida com situações inesperadas, que constrói suas competências, constantemente, “ao vivo e a cores”, como julgar, de modo categórico, no âmbito de sua formação, que alguém é ou no competente? Perguntas como estas servem de pano de fundo para uma discussào que se inicia, no artigo, com a necessidade de se analisar os múltiplos aspectos que implicam na avaliação de competência. Léa Depresviteris 4

En los albores del sujeto pedagógico. A análise aquí desenvolvida não tem outro objetivo senão o de refletir sobre as relações entre o “corpo humano” e a Pedagogia partindo de um processo precedido, no terreno especulativo e histórico, pela Teologia. No entanto, na gênese da formação da Pedagogia e da determinação conceitual do “corp humano”, como resultado da luta entre cristãos ortodoxos e gnósticos heréticos, pode-se observar o alcance da contraposição homem-pedagogia, quais suas determinações ainda vigentes e quais as que já desapareceram. O cristianismo apresenta-se como uma estrutura pedagógica e doutrinária com interesses e fins universais, um processo educacional cujo núcleo é a obediência, a repetição e a assimilação pessoal da imitatio Christi. Luis Felipe Jiménez Jiménez 16

Entrevista: Formação profissional a serviço do desenvolvimento social. Entrevistado pelo BTS, o gestor da área de Desenvolvimento Social do SENAC/SP, Jorge narra como o Senac ampliou, na última década, o seu raio de atuação educacional. Passando a investir também na criação de metodologias para programas de desenvolvimento social voltados a pessoas de baixa renda. Analisa também como se deu esse processo de ampliação do escopo atuação da Instituição e aponta os resultados dessa política para o sociedade. Jorge Carlos Siveira Duarte, por Anna Beatriz A. Waehmeldt 26

A constituição do padrão de acumulação flexível e os trabalhadores do samba. Trata da situação dos trabalhadores dos barracões das escolas de samba da cidade do Rio de Janeiro frente ao processo de consolidação flexível. Analisa a crise do fordismo e a constituição do referido padrão de acumulação, enfatizando a importância estratégica da cultura nessa nova etapa do desenvolvimento capitalista. Aponta os impactos da constituição do novo padr0227o de acumulação sobre as formas de organização do trabalho e verifica como a nova configuração do mercado de trabalho interfere na dimensão humana dos trabalhadores. Máslova T. Valença 32

Educação permanente para trabalhadores idosos: o retorno a rede social. Em 2025, o mundo irá vivenciar uma grande explosão demográfica de pessoas idosas. No Brasil, essa situação será ainda mais dramática. Uma vez que sua população idosa irá dobrar em apenas 20 anos. Isto representará grandes dificuldades tanto no pagamento das aposentadorias quanto na estrutura da saúde, sendo imprescindével a união de esforços nos setores da sociedade a fim de garantir o mínimo de dignidade a essa população. Este artigo aborda alguns aspectos deste novo dilema social e aponta para a formação de centros de educação permanente (long-life learning) como uma alternativa para o aperfeiçoamente e atualização desses trabalhadores, tendo em vista a continuidade da sua empregabilidade. Lucis Helena França; Daizy Valmorbida Stepansky 46

Gestão de pessoas, grupalidade e saúde no trabalho. Trata do fenômeno que denominamos grupalidade e das duas faces vividas na gestão de pessoas nos ambientes de trabalho: lideraná e autoridade. Através da análise das exigências da grupalidade, objetiva-se discutir a relação entre a referida dupla face da gestão e a presença do sofrimento psíquico na sociodinâmica dos ambientes de trabalho, saúde e gestão em diferentes categorias profissionais o contextos organizacionais, desenvolvidas no Instituto Superior de Estudos Pedagógicos do Rio de Janeiro (Isep/SJ). Foi utilizada uma abordagem metológica qualitativa, que busca compreender a sociodinâmica do trabalho, a través do estudo e da interrelação entre seus principais indicadores. Hilda M. R. Alevato 56

Publicações 72


FICHA BIBLIOGRÁFICA

TÍTULO REVISTA: Boletim técnico do SENAC [en línea, http://www.senac.br/informativo/bts/]
PUBLICACIÓN: Río de Janeiro [Rua Dona Mariana 48, Botafogo, 22280-020]: SENAC, Centro de Documentação Técnica, 1981
ENTIDAD RESPONSABLE: Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial [Rio de Janeiro, Brasil], SENAC. Centro de Documentação Técnica
NOTAS: Cuatrimestral. - Cambia de formato en 1993 COMPRENDE: [1981 f.1]1982-1988[1989 f.1]1990[1991 f.3]1992-1994[1995 f.4]1998-2004[2005 n.1,2]-
DESCRIPTORES: Brasil; Formación profesional; Educación
PAÍS/ORGANISMO: Br
IDIOMA: Por
ISSN: 0102-549X
TIPO DOCUMENTO: Periódica
LOCALIZACIÓN: CREDI, Madrid, Es
SIGNATURA: BRA.I.R MFN 0062
FECHA ENT.: 10-02-2006


 

© Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura