Inicio | Acerca de la OEI | Cooperación | Formación | Publicaciones | Contactar

Biblioteca Digital de la OEI - CREDI
Boletín de Novedades 123 - Abril 2007

Boletín 123

Acceder al índice

Contactar

 


BOLETIM TÉCNICO DO SENAC

Acceso revista electrónica:

Vol. 32, nº 2 maio/agosto de 2006

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, SENAC


 

SUMÁRIO

Assumindo uma perspectiva de gênero para melhorar a qualidade, relevancia e equidade das políticas de educação profissional e técnica. O artigo analisa o gênero como elemento básico constitutivo das relações sociais e a cosntrução aumentadas pela etnia, raá, classe social, etc. Propôe a perspectiva de gênero como metodologia para analisar o trablaho, pobreza e educação profissional e técnica. Postula que este enfoque melhora a tecnologia educacional e a qualidade, relevância e equidade da educação profissional. O artigo apresenta um modelo de políticas para melhorar a empregabilidade, cidadania e quidade, validado em vários países, como seus desenvolvimentos: enfoque sistêmico, multidimensional e de múltiplos atores, forulação curricular com cruzamento de gênero e formação por conpetências, Orientação e Projeto Ocupacional, sistema de estratégias complementares para enfrentar as desigualdades, aprender a empreender Sara Silveira 4

Altaernativas metodológicas apra a identificação de competências. O trabalho examina a origem do enfoque da “competência” no plano dos estudos da organização, do trabalho e da estratégia como uma resposta ao crescimento das turbulências e incertezas ambientais. Descreve e compara as características distintivas de alguns dos principais enfoques metodológicos sugeridos para identificar e construir sistemas de gestão de pessoas por cometências. Allan Claudius Queiroz Barbosa; Marco Aurélio Rodríguez 20

Entrevista

Panorama da educação professional da América Latina e Caribe. Na entrevista concedida à Lêa Viveiros, diretora de Educação Profissional do Senac Nacional, o diretor do Cinterfor, Weinberg analisa o panorama atual da EP na América Latina e Caribe. Discorre sobre a lprática cotidiana das instituições de EP, e enfatiza a capacidade de experimentação e inovação permanente dessas instituições em matéria de estrutura curricular, elaboração de materiais didáticos, formação de docentes e gestão institucional. Exemplifica seu ponto de vista com experiências desenvolvidas. Exemplifica seu ponto de vista com experiências desenvolvidas dessas entidades no trablaho com a inclusão social. Na entrevista, Weinberg tem a oportunidade de falar sobre o importante papel do Cinterfor na cooperação horizontal e solidária entre as instituições de EP na América Latina e Caribe, e de apresnetar os proojetos estratégicos do Cinterfor para os próximos anos. Pedro Daniel Weinberg, por Léa Maria Sussekind Viveiros de Casto 30

O processo de trabalho docente: interfaces entre a produção e a escola. Este artigo, partindo da análise das transformações capitalista –a transição do fordismo à acumulação flexivel-, pretende constribuir para a compreensão da atual natureza do trablaho docente na Educação Básica, em especial as transformações no seu processo de trabalho. Nesse sentido, analisamos alguns aspectos do trabalho docente, tais como, função social da escola, composição de classe, forms de contratação, autonomía, além do grau de subsunção do trabalho destes profissionais ao capital e/ou ao Estado. Kênia Miranda 38

Comunidade cooperativa de aprendizagem em rede. A possibilidade de comunicação “muitos-a-muitos”, que oferece o ciberespaço, está proporcionado a criação de comunidades virtuais, cuya cronsporsição para o campo educacional vem propiciando novas formas de aprendizagem via rede. Neste estudo, conceitua-se comunidade, comunidada na web, reportando-se, em alguns momentos, às comunidades presenciais e à comunidade cooperativa de aprendizagem em rede. Abordam-se a organização e a dinâmica de grupos cooperativos, suas ventagens e dificuldades, destacando a necessidade da avaliação coooperativa e propondo algumas reflexões sobre o futuro. Maria Ilse Rodrigues Gonçalves 50

Responsabilidade social enpresarial: um olhar na percepção do consumidor. O fenômeno da responsabilidade social empresarial é sustentado por dois argumentos, um ético e o outro estabelecem relaçãoes complentares em si mesmas. A empresa-cidadá, caracterizada por atitudes de elevados padrões éticos e efetiva resencia social, pode, com esta conduta, estar reforçando suas vatagens cometitivas em relação à concorrência. Neste artigo se propõe uma abordagem da questão, analisando aslpectos centrais condicionantes das origens da responsabilidade social corporativa no Brasil, dimensionando o caráter dualista de suas relações e aferindo compartivamente a percepção do consumidor de Cuiabá e Várza Grande, em relação ao consumidor brasileiro. Nivaldo da Costa Pereira 60

Publicações 70

 

FICHA BIBLIOGRÁFICA

TÍTULO REVISTA: Boletim técnico do SENAC [en línea, http://www.senac.br/informativo/BTS/index.asp]
PUBLICACIÓN: Río de Janeiro [Rua Dona Mariana 48, Botafogo, 22280-020]: SENAC, Centro de Documentação Técnica, 1981-
ENTIDAD RESP.: Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial [Rio de Janeiro, Brasil], SENAC. Centro de Documentação Técnica
NOTAS: Cuatrimestral. - Cambia de formato en 1993
COMPRENDE: [1981 f.1]1982-1988[1989 f.1]1990[1991 f.3]1992-1994[1995 f.4]1998-2005[2006 n.1,2,3]-
DESCRIPTORES: Brasil; Formación profesional; Educación
PAÍS/ORGANISMO: Br
IDIOMA: Por
ISSN: 0102-549X
TIPO DOCUMENTO: Periódica
LOCALIZACIÓN: CREDI, Madrid, Es
SIGNATURA: BRA.I.R
MFN 0062
FECHA ENT.: 10-04-2007

[Subir]

Índice 123

Principal de la OEI | Biblioteca Digital