OEI

Está en:
OEI - CREDI - Boletín de Novedades - Octubre 2001


BOLETIM TÉCNICO DO SENAC

Acceso revista electrónica

Vol. 27, nº 1 jan-abr de 2001

Serviço Nacional de Apredizagem Comercial, SENAC


SUMÁRIO

Certificação e normalização de competências: origns, conceitos e práticas. Apresenta uma visão geral da questão atual da cirtigicação e normalização de competências, indo às várias vertentes que lhe deram origem e analisando as diversas propostas conceituais que inluenciaram a análise do trablaho, desde os inícios da revolução industrial até a última virada do modelo troyotista de produção. A mudaná do conceito de qualifição para o concito de comptências. A passagem da noção de comportamento para a noção de cognição. As conseqüências da interligação mundial da economia, da formação das comunidades econômicas internacionais e a recente mobilização dos governos, instituições de formação e empresas para o estabelecimiento de sistemas de normalização e certificação de competências profissionais. Por fim, verifica o caso brasileiro como reflexo das reformas que vêm ocurrendo em outros países eque nem sempre correspondem a uma necessidade real. Raimundo Vossio Brígido 2

Trabalho, renda e desenvolvimiento local: algumas questões. Aborda a problemática da geração de trabalho e renda no Brasil dentro do campo das ações e políticas voltadas para o Desenvolvimento Econômico Local – DEL, Examina os fundamentos e atributos gerais das propostas e ações de DEL no que diz respeito às suas potencialidades para o enfrentamento da problemática em foco e aponta questões para uma análise crítica dessas potencialidades, levando em conta as particularidades históricas e conjunturais do caso brasileiro. José Luis Vianna da Cruz 16

A teoria do capital humano e a educação profissional brasileira. Argumenta que no campo educacional a teoria do capital humano reafirma-se como instrumental teórico e prático para solucional a crise do emprego. Decorrento desde hegemonia teórica, o Estado brasileiro desencadeou um conjunto de ações, coordenadas pelo Ministério do Trabalho, visando garantir uma amior empregabilidade para os setores em risco de marginalidade. Entretanto, detecta-se a afirmação da dualidade no interior do processo de formação fragmentado e esvaziado de coneúdos fundamentais para a constrituição de um cidadão sincronizado com as mudanças políticas, econômicas e culturais, estabelecidas em nível global. Afirma também que a articulação desta teoria com o receituário neoliberal das agências financeiras internacionais agudiza o processo de privatização da educação profissional brasileira. Ramon de Oliveira 26

Os livros de “Introdução à enfermagem” sob o enfoque da educação crítica e emancipadora. Analisa os livros didáticos que atendem à disciplina “Introdução à enfermagem” nos cursos de nível médio, considerando a imortância de uma formação crítico-emancipadora como meio de viabilizar a cidadania. Foram escohidas as obras mais utilizadas no municipio do Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, e sobre elas realizado um estudo explanatório e descritivo, considerando as vertentes técnico-pedagógicas. Sobre essas obras foram considerados pontos como a prestação de ciudados, o desenvolvimento de uma educação constituída para o exercício da cidadania e a participação do profissional como ser humano integral. Aponta a importância de reconstruir o modo de dizer, prococando novos modos de ler e respeitando os vários modos de fazer enfermagem. Assim como o despoertar de uma práxis criativa, histórica e geográficamente localizada, promotora de valores humanitários e de cidadania. Paulo Bruno 38

A questão da qualificação. As tranasformação das formas usuaris de produção da existência humana, onde o trablaho passa a requerer dos indivíduos uma atuação menos alienada e mais pró-ativa, têm conduzido a uma leitura da questão da qualificação que além de proporcionar equívocos acerca do processo de formação humana pode vir, sob a égide do modelo da competências, comprometer a funcionalidade produtiva dos trabalhadores, bem como atuar negativamente no constituição de suas identidades. Marcelo Lima 50

Publicações 58

Senac noticias 59


FICHA BIBLIOGRÁFICA

TÍTULO REVISTA: Boletim técnico do SENAC [en línea, http://www.senac.br/boletim]
PUBLICACIÓN: Río de Janeiro [Rua Dona Mariana 48, Botafogo, 22280-020]: SENAC, Centro de Documentação Técnica, 1981-
ENTIDAD RESPONSABLE: Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial [Rio de Janeiro, Brasil], SENAC. Centro de Documentação Técnica
NOTAS: Cuatrimestral. - Cambia de formato en 1993
COMPRENDE: [1981 f.1]1982-1988[1989 f.1]1990[1991 f.3]1992-1994[1995 f.4]1998-2000[200 n.1]-
DESCRIPTORES: Brasil; Formación profesional; Educación
PAÍS/ORGANISMO: Br
IDIOMA: Por
ISSN: 0102-549X
TIPO DOCUMENTO: Periódica
LOCALIZACIÓN: CREDI, Madrid, Es
SIGNATURA: BRA.I.R
MFN 0062
FECHA ENT.: 04-10-2001


© Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura