OEI

Está en:
OEI - CREDI - Boletín de Novedades - Julio 2004


BOLETIM TÉCNICO DO SENAC

Acceso revista electrónica

Vol. 29, nº 3 setembro/dezembro de 2003

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, SENAC


SUMÁRIO

A certificação professional revisitada. Os autores revisitam o estado-da-arte da certificação no país e encontram poucos avanços significativos nos últimos três anos. Os já tradicionais organismos, ligados a qualidade e produtividade, atendem às exigências dos setores de mercado competitivo ou regras de exportação. O sistema educacional busca o enfoque adequado para atender à LDB e ao CNE, demandando grandes esforços de qualidade, revisar e refazer as estratégias curriculares, incorporando flexibilidade e comunicação afetiva com o mercado de trabalho, em particular com as empresas tecnologicamente mais avançadas. O setor do trabalho mantém as prioridades na reforma trabalhista e na promoção do emprego. Para qualquer alternativa, discute-se a necessária presença e o papel dos atores sociais e da negociação, para um sistema de certificação mais afinado com as demandas socioeconómicas do país. João Carlos Alexim, Carmen Lucia Evangelho Lopes 2

Qualificação e competência: um diálogo necessário entre sociología, gestão e educação para alimentar as práticas pedagógicas na formação profissional. Artigo que tem por objetivo refletir sobre qualificação e o modelo de competência, do modo como têm sido abordados no campo da socilogia, da gestão e da educação, a partir do modelo de desenvolvimento emergente, captando contradições que as interpretações desses conceitos encerram no tocante às relações entre o mundo do trabalho e a vida. Toma como ponto de partida os processos de reestruturação produtiva, bem como um recorte da história da produção social da ciência e da tecnologia, cuja articulação tem encontrado soluções improvisadas perceptíveis nas práticas das negociações intersetoriais, para discutir que tipo de centralidade é dada à educaçã, particularmente à formação profissional, no que se refere às práticas pedagógicas. Rosemary Roggero 16

De Anísio Teixeira à cibercultura: desafios para a formação de professores ontem, hoje e amanhã. Embora voltando para a realidade atual, este texto retoma una preocupação já manifesta por Anísio Teixeira em 1963: a revolução mundial dos meios de comunicação não pode ficar de fora da formação dos “mestres de amanhã”. Quando començamos a, como queria Anísio, compreender a TV como recurso didático, vem a internet e torna curtas nossas pernas para o passo indispensável para a melhoria da educação na cibercultura. E, baseada na utopia e na ousadia deste sempre atual educador, discute as implicações da cibercultura na produção do salto de qualidade na formação dos mestres de hoje e de amanhã. Marco Silva 30

O impacto da tecnologia na educação e inclusão social da pessoa portadora de deficiência auditiva: tradutor digital português x língua brasileira de sinais – TLIBRAS. As novas tecnologias digitais têm autuado cada vez mais como instrumento de inclusão spcoañ das pessoas portadoras de deficiências. No caso dos deficientes auditivos, está sendo desenvolvido pioneiramente no Brasil, o tradutor digital Portugués x Lingua brasiliea de sinais – TLIBRAS. Esse projeto está focado na construção de um tradutor automatizado de Portugués x LIBRAS, que possa ser utilizado em sala de aula, pela televisão (concomitante ou em substituição aos textos legendados), em vídeos, pela internet, na construção de livros visuais, traduzindo informações por meio de sinais animados e apresentados, via computador. Seu uso propiciará uma integração lingüística entre surdos e ouvintes e permitirá que a pessoa surda tenha pleno acesso aos meios de comunicação e entretenimento. Guilherme de A. Lira 42

P Turismo Econlógico Sustentável e a autoconsciência do homem contemporâneo: uma abordagem filosófica da questão ambiental. A idéia e o ideal de natureza têm-se modificado ao longo da história. Atualmente, a lógica do consumo tem orientado as intervenções humanas na natureza, que é tida como fonte inesgotável de recursos. O turismo ecológico, considerado como uma dessas intervenções, carece de um espaó crítico de reflexão sobre suas práticas. A filosofia da natureza, ou econfilosofia, pode auxiliar nesse processo, trazendo a fundamentação filosófica para mediatizar a relação entre o homem, o turismo e a natureza. Enrique Blanco 52

Publicações 60

Senac Notícias 61


FICHA BIBLIOGRÁFICA

TÍTULO REVISTA: Boletim técnico do SENAC [en línea, http://www.senac.br/boletim]
PUBLICACIÓN: Río de Janeiro [Rua Dona Mariana 48, Botafogo, 22280-020]: SENAC, Centro de Documentação Técnica, 1981-
ENTIDAD RESPONSABLE: Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial [Rio de Janeiro, Brasil], SENAC. Centro de Documentação Técnica
NOTAS: Cuatrimestral. - Cambia de formato en 1993
COMPRENDE: [1981 f.1]1982-1988[1989 f.1]1990[1991 f.3]1992-1994[1995 f.4]1998-2003[2004 n.1]-
DESCRIPTORES: Brasil; Formación profesional; Educación
PAÍS/ORGANISMO: Br
IDIOMA: Por
ISSN: 0102-549X
TIPO DOCUMENTO: Periódica
LOCALIZACIÓN: CREDI, Madrid, Es
SIGNATURA: BRA.I.R
MFN 0062
FECHA ENT.: 10-07-2004


 

© Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura