Reunião de Alto Nível de Representantes Ministeriais e Institucionais de Cultura da Ibero-América

                                               02 a 04 de julho de 2019 – São Paulo, Brasil          

 

A Reunião de Alto Nível de Representantes Ministeriais e Institucionais da Cultura pretende estabelecer um espaço de diálogo com representantes ministeriais, governos locais e organizações não-governamentais na Ibero-América que especificará as linhas relevantes de aplicação da Carta Cultural Ibero-americana, instrumento de política cultural de maior importância e alcance na região, para a validação de suas linhas, princípios e âmbitos de aplicação.

A Carta Cultural Ibero-americana, aprovada na XVI Cúpula de Chefes de Estado e de Governo de 2006 em Montevidéu, é o instrumento político que orienta a ação cultural na região. É do interesse da OEI aprofundar sua implementação e influenciar o direcionamento de suas intervenções, com base na discussão das altas autoridades culturais da Ibero-américa.

A gestão cultural na região nos últimos anos tornou-se mais complexa. Atualmente, os governos nacionais, autoridades locais e organizações não-governamentais têm um impacto direto tanto na formulação e implementação de políticas públicas quanto em seu financiamento. É necessário melhorar a compreensão dessas interações e o modo como elas determinam as políticas e a gestão cultural na região.

Tradicionalmente, a OEI concentra seus esforços no trabalho articulado com os ministérios de cultura em nível nacional, que são seus interlocutores por excelência. No entanto, progressivamente, e de acordo com o estabelecido no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 17, são criadas oportunidades para ampliar seu escopo de ação por meio de parcerias com governos locais e organizações não-governamentais.

Nesta medida, se faz urgente uma reunião das partes interessadas de maior impacto sobre o ambiente cultural da região para que, no âmbito da Carta Cultural Ibero-americana, se estabeleça uma rota que permite ter melhores elementos para a tomada de decisão e concentrar os esforços nos temas mais estratégicos para o desenvolvimento do setor cultural dos países.

METODOLOGIA PROPOSTA

Durante dois dias de trabalho, vice-ministros de cultura, secretários de cultura dos governos locais e diretores de fundações que trabalham em projetos culturais na Ibero-América se reunirão para promover a construção de uma visão compartilhada dos desafios enfrentados pelo setor cultural na região. É uma reunião que facilitará um diálogo técnico e político entre atores qualificados no setor.

Para cada bloco temático haverá uma apresentação inicial de contextualização de 15 minutos (enquadre). Para cada mesa está previsto um moderador e algumas intervenções iniciais de 10min seguida de uma discussão aberta onde os participantes poderão fazer uso da palavra com comentários ou apresentação de experiências significativas dentro do tema em pauta.

De cada discussão saíra um relatório que irá compor as discussões sobre o Programa Orçamento da OEI. Os documentos não serão assinados e serão divulgados entre os presentes. 

Haverá transmissão ao vivo em streaming, a partir das 9h (horário de São Paulo), os dias 3 e 4 de julho,  pelo canal da OEI no Brasil no Youtube, pela web e pelas redes sociais com o hashtag #culturaiberoamericana 

 

 

 

Observatorio
 

Notícias Cultura

Mais notícias
 
Coro Iberoamericano de Madrid