primera infancia oei y cerlalc

OEI E CERLALC ORGANIZAM O I SEMINÁRIO VIRTUAL SOBRE LEITURA E USO DE TECNOLOGIAS NA PRIMEIRA INFÂNCIA NO ATUAL CONTEXTO DA COVID-19

Educação . 16/09/2020
Tamaño del texto + -

Nos próximos dias 7, 8 e 9 de outubro, a Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e o Centro Regional para o Fomento do Livro na América Latina e no Caribe (CERLALC), organização patrocinada pela Unesco, com o apoio do Ministério de Educação e do Ministério da Cultura e Juventude da Costa Rica, realizarão o I Seminário virtual sobre a primeira infância “Competência Leitora, Primeira Infância, Leitura em Suporte Digital.

O encontro apresentará uma seleção de programas, tendências e experiências significativas na área da leitura, as políticas públicas e o uso de tecnologias digitais na primeira infância. O objetivo do seminário é refletir e discutir alguns aspectos de maior incidência no desenvolvimento infantil nos primeiros anos de vida, como por exemplo, o uso das tecnologias na pré-escola e o impacto das políticas públicas nas crianças de tenra idade. Será um espaço aberto para compartilhar experiências de professores, cuidadores, pais, mediadores e outros atores sociais encarregados do cuidado e da atenção de crianças da primeira infância.

As atividades programadas para os três dias do seminário serão realizadas on-line, pela plataforma Zoom, com a transmissão das palestras e discussões entre os especialistas convidados, assim como da interação e da participação do público assistente, num período aproximado de três a quatro horas diárias. Todas as intervenções também serão transmitidas via streaming pelas redes sociais (Facebook) das instituições organizadoras e se fará a cobertura com o hashtag #CriançaLeitora. As primeiras 500 pessoas inscritas através do formulário que assistirem o seminário na íntegra durante os três dias receberão um certificado de participação emitido pelas entidades organizadoras.

Este seminário virtual nasce como parte do compromisso compartilhado pela OEI e o Cerlalc de impulsionar nos países da Ibero-América a implementação de iniciativas que possibilitem a participação ativa de todos os cidadãos na cultura escrita desde a primeira infância.  De acordo com recentes estudos referentes ao tema, as crianças entre 3 e 5 anos com acesso a livros têm duas vezes mais possibilidades de ter um desenvolvimento infantil adequado na tenra idade.

Inscrição no seminário.

 

Panorama da primeira infância na região

Segundo a CEPAL, a população entre 0 e 4 anos na América Latina e no Caribe é de 51.689.000 crianças, ou seja, a primeira infância é a etapa correspondente a 7,9 % da população total da região. Embora a taxa de mortalidade durante os primeiros cinco anos de vida nestes países tenha diminuído consideravelmente na última década, ainda é quase quatro vezes maior que nos países europeus, e apenas dois países da América Latina e do Caribe (Brasil e Colômbia) contam com leis específicas para a primeira infância.

Quanto à educação infantil pré-escolar, nos últimos anos tem se constatado um avanço significativo na América Latina e no Caribe, onde a taxa bruta de matrícula para esta etapa chegou a 78% em 2018, porcentagem que está por cima do percentual global, que é de 52%. Apesar desse progresso, nos países da região persistem brechas consideráveis no acesso das crianças da mais tenra idade à educação, especialmente, daqueles pertencentes aos setores mais vulneráveis e dos que vivem em zonas rurais ou de difícil acesso.

Acesse a programação completa do seminário virtual sobre a primeira infância Competência Leitora, Primeira Infância, Leitura Em Suporte Digital aqui.

Paulo Freire
 
Programa de Intercambio y Movilidad Académica
 

Notícias Educação

Mais notícias