ministros educación

Encerramento da reunião de Ministros da Educação da OEI e do encontro do Conselho Reitor do IESME

OEI . 27/07/2018
Tamaño del texto + -

A reunião de ministros da Educação dos países membros da Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) terminou nessa quinta-feira, 26, em Cochabamba, na Bolívia.

O encontro começou com as boas-vindas institucionais do secretário-geral da OEI, Mariano Jabonero. Em seu discurso, ele destacou a importância dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e, em particular, do ODS 4  (dedicado à educação de qualidade) como um dos principais eixos de articulação de sua estratégia de trabalho durante o período do seu mandato de 2018-2022.

Neste sentido, o secretário-geral da OEI expôs um dos principais desafios do organismo, que foi discutido nesta reunião: a integração com a Agenda 2030 das Metas 2021, onze metas educacionais em âmbito regional por -aprovadas pelos ministros de Educação ibero-americanos em 2010, em Mar del Plata, na Argentina- que abrangem importantes questões como a educação infantil, a formação de professores ou a inclusão e a equidade educacional. Este processo será liderado pelo  Instituto de Avaliação IESME da OEI em sinergia com outras organizações, tal como a UNESCO.

Quanto às principais conclusões da Reunião de Ministros Ibero-americanos de Educação, incluem: o reconhecimento do trabalho da OEI como organismo ibero-americano de cooperação na área da educação, da ciência e da cultura; o compromisso dos países com as propostas de seu novo secretário-geral; a importância da integração das Metas 2021 com a Agenda de Educação 2030, mantendo a identidade ibero-americana; e o apoio ao trabalho do IESME como instrumento de coordenação de ambas as agendas e como instrumento técnico ao serviço dos países.

Antes desta reunião ministerial, também foi realizada em Cochabamba a VIII Reunião do Conselho Reitor do IESME, que contou com a participação dos responsáveis pelos institutos e unidades de avaliação de Educação dos países ibero-americanos.

Neste evento, os Ministérios da Educação dos países ibero-americanos demonstraram o seu compromisso em melhorar a qualidade e a equidade das políticas educacionais na região, que está refletido no projeto Metas 2021, bem como o seu apoio no processo de integração com a Agenda 2030 e com a liderança do IESME, em coordenação com diferentes organismos e agências internacionais de desenvolvimento com competências em matéria educacional.

Como resultado da reunião, por um lado, foi estabelecido um acordo para apoiar o desenvolvimento de uma ferramenta de identificação de boas práticas de liderança e direção educacional na Ibero-América, o qual contará com a coordenação conjunta dos Institutos de avaliação da Espanha e do México. Por outro, foi proposta a publicação de um Relatório Miradas 2020 (publicação própria da OEI), que abordará como tema monográfico as competências e habilidades para o século XXI, uma das linhas programáticas da OEI para o próximo período, com a participação especial dos institutos de avaliação e estatística de Portugal.